Secretaria da Educação do Estado divulga resultado do concurso de vídeos educativos

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou o resultado do concurso de Vídeo Educativo – Saúde na Escola, criado para promover o protagonismo estudantil ao estimular a abordagem da temática aliada à produção de audiovisual. Foram selecionados sete trabalhos, com 14 estudantes envolvidos. Os vídeos têm até cinco minutos de duração e abordam questões como a Prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST); Controle do Aedes aegypti e Prevenção às arboviroses (Dengue, Chikungunya, Zika, entre outras); Prevenção ao uso de álcool, tabaco e outras drogas; Promoção à alimentação saudável; Promoção da saúde ambiental e sustentabilidade socioambiental; Promoção da cultura de paz; e Respeito à vida. Confira a lista dos selecionados no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

A estudante Vitória Maia, 17, 2º ano do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) Bacia do Rio Corrente, no município de Santa Maria da Vitória, foi uma das selecionadas e fala sobre a alegria de ter seu vídeo sobre prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis/AIDS selecionado no concurso. “Foi muito gratificante esta vitória porque nos dedicamos muito ao trabalho, que nos trouxe muito aprendizado. Trazer para a nossa escola a premiação foi um orgulho grande. Comemoramos demais”, conta a aluna, que teve como parceira a colega Thaiane da Silva.

O CETEP Bacia do Rio Corrente foi vencedor também com o curta sobre prevenção e controle da Dengue, Chikungunya e Zika, ambos realizados sob a orientação da professora Aldenir Godrim. “Estamos muito felizes com esta dupla vitória. A execução dos vídeos foi uma maneira diferente de lidar com questões de Saúde, por meio de uma linguagem que eles se identificam. Nossos alunos ficaram muito empolgados e se sentiram protagonistas de verdade das atividades e, com isso, elevaram sua autoestima e gosto pelos estudos”, relata a educadora.

O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria da Educação, Fábio Barbosa, fala sobre a importância do concurso, do qual concorreram na etapa estadual cerca de 100 alunos. “Trata-se de uma estratégia pedagógica para estimular as unidades escolares a trabalhar as questões de promoção à saúde e prevenção a situações de agravo e de vulnerabilidade dos nossos estudantes por meio da produção de vídeos educativos dos quais os alunos são autores. São atividades que dialogam diretamente com o currículo da escola, que tem um papel fundamental na formação integral dos nossos estudantes. E trabalhar a temática da Saúde é o principal objetivo desta ação, que incentiva o protagonismo juvenil, através de uma ferramenta que eles têm familiaridade, que é o audiovisual”.

Sobre o concurso – O concurso público de vídeos, realizado de 18 de maio a 9 de novembro de 2018, envolveu as etapas escolares, territorial e estadual, esta última envolveu uma comissão julgadora da Secretaria da Educação do Estado. A ação promoveu a reflexão entre os estudantes e professores sobre a temática e estimulou ações de prevenção de doenças e agravos, direcionadas ao enfrentamento das vulnerabilidades dos estudantes, além da promoção de hábitos e atitudes saudáveis, na perspectiva do desenvolvimento integral dos estudantes, fortalecendo o eixo pedagógico. Participaram estudantes regularmente matriculados nos Ensinos Fundamental e Médio e na Educação Profissional, que produziram seus vídeos nas unidades escolares ou em seu entorno. A ação pedagógica foi realizada em dupla de alunos e cada uma teve a orientação de um professor.

Assista os vídeos: http://bit.ly/saudenaescola2018