Secretário da Educação visita escolas na Ribeira

 Co­légio Es­ta­dual Paulo Amé­rico, que também sedia o Centro No­turno de Edu­cação da Bahia – Ceneb Maria Qui­téria, e o Co­légio Es­ta­dual Vitor So­ares, ambos no bairro da Ri­beira, foram as es­colas vi­si­tadas, nesta quarta-feira (18), pelo se­cre­tário da Edu­cação, Walter Pi­nheiro. Acom­pa­nhado do su­pe­rin­ten­dente da Edu­cação Bá­sica, Ney Cam­pelo, e dos di­re­tores, Pi­nheiro con­feriu os tra­ba­lhos pe­da­gó­gicos re­a­li­zados nas es­colas, além da es­tru­tura fí­sica e de­mandas das uni­dades. Desde o final do ano le­tivo de 2016, Pi­nheiro tem in­ten­si­fi­cado as vi­sitas às uni­dades es­co­lares, com o ob­je­tivo de pre­parar as es­colas para a volta às aulas, nos as­pectos pe­da­gó­gicos e de in­fra­es­tru­tura.
“É bom co­nhecer es­colas que vêm re­a­li­zando uma trans­for­mação na es­tru­tura pe­da­gó­gica e que vêm de en­contro com o pro­jeto que es­tamos ten­tando tra­ba­lhar, vol­tado para o en­vol­vi­mento e com­pro­me­ti­mento dos pro­fes­sores e fun­ci­o­ná­rios da es­cola. O Paulo Amé­rico faz um bem-su­ce­dido com­par­ti­lha­mento do local com o Ceneb, e o Vitor So­ares, que atende a Edu­cação Es­pe­cial, de­sen­volve um mé­todo que muda a ideia dos es­tu­dantes de frente para o quadro e o pro­fessor de costas para a turma. Então a ideia é apre­sen­tarmos essas ex­pe­ri­ên­cias a ou­tras uni­dades e a se­cre­taria apoiar ainda mais essas ações”, des­tacou o se­cre­tário Walter Pi­nheiro.
Para o di­retor do Co­légio Es­ta­dual Paulo Amé­rico, Ri­cardo Mon­teiro, é fun­da­mental a vi­sita do se­cre­tário nas uni­dades es­co­lares. “O bom dessas vi­sitas é que não são pro­gra­madas. O se­cre­tário apa­rece na es­cola e co­nhece a nossa re­a­li­dade com ela fun­ciona e sem ne­nhuma ma­qui­agem. A partir daí ele pode ava­liar qual tipo de as­sis­tência pode ser dada à gestão es­colar. Também é in­te­res­sante poder con­versar sobre a es­tru­tura pe­da­gó­gica, ad­mi­nis­tra­tiva e pes­soal, além de nossa si­tu­ação fi­nan­ceira”, re­latou.
Já no Co­légio Es­ta­dual Vitor So­ares, Pi­nheiro pôde co­nhecer os pro­jetos de­sen­vol­vidos e que au­xi­liam es­tu­dantes da Edu­cação Es­pe­cial. “A gente se sente aco­lhido pela Se­cre­taria, por en­tender que somos uma es­cola di­fe­ren­ciada, que tra­balha com edu­cação in­clu­siva e aborda um pú­blico de mul­ti­de­fi­ci­ên­cias”, res­saltou o di­retor Ivan Pe­dreira.