Estudantes comemoram 57 anos de unidade escolar em Macaúbas.

O Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) da Bacia do Paramirim, localizado em Macaúbas, no Núcleo Territorial de Educação de Macaúbas, (721 Km de Salvador), está comemorando 57 anos. A unidade escolar foi fundada em 18 de maio de 1960 e transformada em CETEP, em 2009. Atualmente, o CETEP tem cerca de 1.100 estudantes e oferta sete cursos técnicos de nível médio: Administração, Vendas, Comércio, Turismo, Enfermagem, Secretariado e Secretaria Escolar. Além de Macaúbas, o Centro tem anexos em Boquira, Caturama e Paramirim, contribuindo para a formação e a inserção de jovens e trabalhadores no mundo do trabalho nos locais onde vivem.
O diretor do Centro, Alan José Alcântara, destaca a importância da história da unidade para o crescimento do Território. “A unidade, desde a sua fundação, contribui para o desenvolvimento de Macaúbas e das cidades no entorno. Em 1962, foi aberto um curso normativo do magistério que proporcionou a formação de muitos professores para atuarem nas escolas da região. Também o nosso teatro foi responsável por uma mudança de hábitos da comunidade, que pode acessar este espaço cultural, além dos tradicionais desfiles do Dia da Independência e da Festa de São João, promovidos pela unidade”, conta.
A estudante do 4º ano do Curso Técnico de Ensino Médio em Secretariado, Mônica Almeida, 17 anos, tem orgulho de estudar no CETEP e diz que está feliz pelo caminho profissional que escolheu. “Estou adorando o aprendizado e tendo diversas chances de praticar, como os estágios em um escritório de advocacia e no arquivo público. A minha ideia é, após a formação, procurar um Ensino Superior para me aperfeiçoar, mas já atuar na área”, disse.
A opinião é semelhante a do estudante Márcio Santos, 18, que está no 2º ano do Curso Técnico de Ensino Médio em Administração. “Conheci o Centro por indicação de um amigo e estou, realmente, feliz por estar cursando Administração. Tenho objetivo de ser um empreendedor da minha região e tenho certeza que iniciei essa caminhada da forma mais correta”, avalia.