Plataforma Anísio Teixeira, com mais de 6,5 mil conteúdos digitais educacionais, é apresentada no 5º Encontro Estudantil

Os estudantes e professores da rede estadual contam com mais uma ferramenta que contribui com o processo de ensino e aprendizagem. Trata-se da nova Plataforma Anísio Teixeira, que reúne mais de 6.500 mídias educacionais e cursos On-line, disponibilizados pela Secretaria da Educação do Estado no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). A novidade foi apresentada, nesta terça-feira (21), como parte das ações do 5º Encontro Estudantil da Rede Estadual, que acontece até esta quinta-feira (23), na Arena Fonte Nova. O Encontro reúne mais de 4 mil estudantes expositores, que apresentam projetos de arte, cultura, ciência, esporte, empreendedorismo, tecnologia e inovação desenvolvidos nas salas de aula, para promover o protagonismo estudantil e dinamizar o ambiente escolar.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, que esteve durante todo o dia no Encontro Estudantil interagindo com os estudantes, professores e gestores, participou da apresentação da Plataforma Anísio Teixeira. Pinheiro falou sobre a importância desta ferramenta. “Todos os projetos que estão sendo apresentados neste Encontro refletem as ações que estamos implementando para fortalecer o eixo pedagógico das escolas. A plataforma Anísio Teixeira é mais uma ferramenta que potencializa o ensino e a aprendizagem, por meio de todos os recursos que oferece e o mais importante é que este é um projeto desenvolvido pelos nossos professores da rede estadual”, destacou.
Pinheiro destacou o fato da Plataforma ser criada a partir de softwares livres e lembrou da época em que foi Deputado Federal, quando apresentou um projeto de Lei para que a esfera pública estimule o uso de softwares livres no Brasil, em 1999. Lembrou ainda que direcionou a primeira emenda parlamentar para o Parque Tecnológico de Salvador, em 2001. “O Parque só foi inaugurado em 2012, pelo governador Jaques Wagner. Salvador veio perdendo sua vocação econômica e nós defendemos a área de Tecnologia da Informação como indutora na geração de emprego”, disse. Segundo Pinheiro, o desafio pautado para a Educação é fazer com que o conteúdo da Plataforma chegue em todas escolas e destacou o trabalho que vem sendo tocado para que cada unidade escolar tenha acesso a banda larga até o final de 2018.
A Plataforma Anísio Teixeira foi desenvolvida por meio do Instituto Anísio Teixeira (IAT) e apresenta como tema “Feito pela comunidade escolar, para a comunidade escolar”. Entre os conteúdos disponibilizados estão o canal da TV Anísio Teixeira, aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec), um Blog da Rede e aplicativos educacionais. Todo o conteúdo possui licença livre, para que professores e estudantes possam ter acesso a novas formas de aprender, ensinar, construir e compartilhar conhecimentos em rede.
Rede Anísio Teixeira – Visando fortalecer a escola pública como um espaço de apropriações tecnológicas pela sua comunidade e fomentar a realização de práticas de ensino e aprendizagem inovadoras, o IAT, por meio do Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais da rede pública estadual de ensino da Bahia – Rede Anísio Teixeira, desenvolve desde 2008 ações de formação, produção e compartilhamento de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres com professores e estudantes das escolas públicas estaduais.